NOTA DE CONDOLÊNCIAS DE FALECIMENTO DO TONIC

A morte de Antônio Carlos da Fonseca, o nosso bom Tonico, pegou a todos de surpresa, e vai nos obrigar a juntar lembranças tantas, tantas, que sua figura nos há de trazer.

Para mim, impossível é deixar de lado uma amizade de quase 40 anos. Uma amizade que cresceu e se cristalizou na luta que ele mesmo participou, dia a dia, quando reconquistamos nosso sindicato das mãos de pelegos que mais serviram à ditadura que à categoria.

Perdemos todos um grande lutador, um grande companheiro, um grande amigo.

Por isso nos cabe reter na memória estas lembranças, amargas pela grande perda, mas unânimes na certeza de que sua lembrança perdura e perdurará enquanto mantivermos acesa a luta pelos direitos dos que trabalham e, trabalhando, ajudam a construir a grandeza de nosso país.

Junto com todos, deixo aqui a tristeza de nossa saudade…

AUGUSTO CARVALHO